Arquivo do mês: julho 2010

A evolução da raiz

“Ninguém sabe se o burro tem vocação para puxar carroça”. “Já imaginaram um agrupamento carnavalesco andando e cantando “Pelo Telefone”? Tem que andar de acordo com o ritmo, não é? Então eu sentia que não havia condições. Cheguei à conclusão … Continuar lendo

Publicado em Noel Rosa | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 6 Comentários

A sua melhor mentira

“A mulher que mais amou neste mundo morreu antes de saber o que era o amor” . O poeta convive com a mentira. Os artistas são experts da ilusão, da aparência, da representação. Fábulas, contos, ficções e fantasias compõem o … Continuar lendo

Publicado em Noel Rosa | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 6 Comentários

Tipos da cidade

“O burro goza grande popularidade. Quem não o conhece pessoalmente, conhece de nome. E há pessoas que têm intimidade com ele.” Quem será aquele molambo da lata velha e do sapato furado? Esfarrapado, sem dinheiro, comendo na tendinha o caldo … Continuar lendo

Publicado em Noel Rosa | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Era a lua que tudo assistia

“A idéia mais original é sempre expressa por gestos e palavras comuns.” O sol nasce prá todos e a lua para poetas, amantes e loucos. A frase está na boca de muitos apaixonados admiradores deste satélite natural da Terra. Nem … Continuar lendo

Publicado em Noel Rosa | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 3 Comentários